As minhas princesas

Lilypie Kids Birthday tickers

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

O parto

Tenho a minha menina nos meus braços e é tão linda, tão perfeita, muito mais do que imaginei!


A fase final do parto foi muito complicada. Tiraram-na de mim, quase morta e estiveram muito tempo a reanimá-la. Olhava para o lado, enquanto me cosiam, e via o corpinho dela rodeado de gente; olhava para o meu marido, que me segurava a mão, e perguntava o que se passava. Não a puseram em cima de mim, como imaginei, não lhe vestiram as roupinhas que escolhi com tanto carinho... levaram-na numa incubadora e antes puseram-na em cima de mim e eu beijei-lhe a cabecinha. Não percebi por que tive de ficar sem ela, disseram que, tal como eu, também ela estava muito cansada e ia recuperar na neonatologia. Fui para a sala de recobro... triste, vazia... já não a tinha dentro de mim, nem ao meu lado... a dor era tanta, que não conseguia parar de chorar... O meu marido foi com ela. Quando voltou, disse que era muito parecida com ele e mostrou-me as fotografias que lhe tinha tirado. Antes de me levarem para o quarto, pedi para a ver. Fui numa cadeira de rodas e a minha menina estava na 1ª incubadora. Aproximei-me a medo e vi-a. Tão frágil, tão pequenina, tão minha... Fiz-lhe uma festinha e não contive as lágrimas. Levaram-me para um quarto sozinha. Sentia-me tão mal! Parecia um pesadelo... Tinha dores no corpo, mas a dor no coração era insuportável... olhei para o berço ao lado da cama, vazio, com as roupinhas da minha menina lá dentro. Não conseguia parar de chorar... levantei-me, abri a persiana e olhei para as estrelas a tentar obter resposta para este pesadelo. Peguei nas roupinhas e dobrei-as com muito cuidado, na esperança de no dia seguinte lhas puder vestir. Não consegui dormir quase nada, a dor no coração não deixou...


Só passados 9 longos dias é que trouxe a minha menina para casa. No momento em que entrámos e a deitei na caminha dela, esqueci o pesadelo.


- Foto retirada -

A minha menina, na 1ª saída de casa.

6 comentários:

Mafalda disse...

comovi-me com o teu relato! Deve ser muito complicado gerir esse turbilhão de sentimentos e emoções que deves ter sentido nessa altura, mas ainda bem que tiveste uma estrelinha a olhar por ti e pela tua menina, que é linda!!
goza muita agora a tua filhota e esquece, porque o pior já passou!
teres a tua menina nos braços é a maior dádiva.
Beijos grandes às duas*

Ângela e Tomás disse...

Olá!

Muitas felicidades aos papás :)
Para o vosso bebé desejo muita saude e amor.
Muito linda a princesa:)

Beijinhos Ângela e Tomás

Carla Isabel disse...

Ai...até eu chorei a ler!
Imagino o teu aperto no coração!
Agora querida vive o começo desta nova vida!!!
A tua menina é LINDAAAAA!

Bjs

Cláudia, Pimpo e Pimpa disse...

Felizmente o pesadelo já acabou agora é olhar para a frente e esquecer o que passaste/passaram. Parabéns pela Princesa Juliana, ela é linda!

Bjs Cláudia

Catia e Gabriela disse...

Bom amiga...nao consigo imaginar o que deves ter sentido. Felizmente acabou tudo bem e ja tens a tua princesinha...e é linda! Parabens! Desejo-vos muitas felicidades...com ela ao teu lado depressa vais esquecer esses maus momentos! :) muitos beijinhos

Sofia e Pedro disse...

Olá mamã, fiquei com lágrimas nos olhos pois a Joana também esteve numa incubadora. Senti-me vazia por dentro...mas sem dúvida que trazê-la para casa foi uma alegria!
Já passou e tens uma filhota liiinda!
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana